11 de mar de 2011

A Desinibida.

Olha, depois que eu resolvi transcrever as coisas que eu escuto por ai, assunto e' o que não falta.
Na verdade nem estou dando conta de tanta coisa.. Nao me lembro quem foi que disse que "a vida dos outros e' sem duvida muito mais interessante que a nossa própria", mas se for pelo lado dos recentes acontecimentos que tenho ouvido, e' verdade mesmo.
Dessa vez a historia vem de uma amiga pr'oxima.
Sem namorado a algum tempo, esta' a solta.
Olha essa:
Ela me disse que chegou no condomínio onde mora tarde da noite, tinha tomado umas e outras por ai mas no fim acabou voltando pra casa sem beijar boca nenhuma.
passando pela guarita, começou um papinho interessante com o porteiro, que ela me descreveu como um "cara ate que bonitinho".
Eu pessoalmente tenho medo desses adjetivos desse tipo, mas tudo bem.
O tal porteiro bonitinho se mostrou bem saidinho quando trancou a porta da guarita.
Então amiga, você ai na frente do seu computador pode fantasiar do jeito que melhor lhe convier.
A cena e' a seguinte:
Ela dentro da guarita meio alta, o porteiro numa sede danada e ela na secura total, já viu ne'.
Eu não pude deixar de dar uma gargalhada quando ela me disse que ele queria que ela deitasse no chão, e que ela respondeu horrorizada "claaaaaaaro que não".
claro que não! Como assim deitar no chão? não, de jeito nenhum! Nada pior do que se deitar no chão da guarita do prédio onde você mora e com o porteiro por cima. vamos manter um pouco de dignidade e dar em pe', ali por cima da mesa, enquanto os interfones tocam desesperadamente, enquanto o motoboy pacientemente espera com a pizza pra entregar e uma fila de carros se forma no portão da garagem.
Olha, eu não sei se você tem amigas e amigos como os meus, mas eu recomendo.
Bom , mas voltando a historia, ela me disse que depois de gozar liiiiinda, tinha sim um motoqueiro no portão, então não tinha outra saida a não ser pela janela.
E' isso mesmo! ela deu pro porteiro, em p'e, dentro da guarita e saiu pela janela pra não ser vista por ninguém.
Vou dizer o que ale'm de O QUE VALE NESSA VIDA E' A EMOÇÃO!
Nada, não vou dizer mais nada.
O que fica são os momentos, e de preferência os bons. E os momentos bons estão espalhados por ai, a gente passa por eles e nem nota. Ta certo que e' preciso muita coragem pra ser feliz, ainda mais se você tiver que manter-se firme e se negar terminantemente a deitar no chão da guarita, mas de resto, sempre vai haver uma saída estratégica, nem que seja pela janela.
E viva a desinibição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

e pelo zunido das suas asas você me falou...